Post do Blog

Leia e fique por dentro

Os 5 segredos da Inteligência Emocional

Existe algum segredo para termos inteligência emocional? E se dissermos que o segredo é autoconhecimento e desenvolvimento, que preciso treinar dia a dia para melhorarmos nossas habilidades de inteligência emocional. Ficou decepcionado?

Pois é, daqui para frente cada vez mais precisamos desenvolver nossas habilidades emocionais, logo, o advogado 5.0 precisa rapidamente se adaptar não apenas a realidade do mundo digital, decorrente da sociedade 4.0 do século XX, como aprender a gerir emoções, melhorar o relacionamento interpessoal, gerenciar a carreira e negócios, dominar técnicas de negociação e resolução de conflitos, dentre outras habilidades e competências exigidas na nova sociedade 5.0.

Para Daniel Goleman, grande psicólogo norte americano, que escreveu diversos livros sobre a inteligência emocional e hoje é referência internacional no assunto a maioria dos elementos de todo modelo de inteligência emocional cabe dentro de quatro domínios genéricos: autoconsciência, autogestão, consciência social e gerenciamento de relacionamentos. Ele identificou cinco pilares que compõem a inteligência emocional, dominá-los, portanto, é o segredo para sermos inteligentes emocionalmente. Quais são eles?

– Autoconsciência
– Autocontrole (autogestão)
– Motivação
– Habilidades sociais (consciência social)
– Empatia (entra no gerenciamento de relacionamentos)

Vamos conhecer um pouco mais desses 5 segredos para sermos mais emocionalmente inteligentes?

Tudo começa com a autoconsciência ou autoconhecimento, que é a capacidade de reconhecer e compreender suas próprias emoções. Antes de qualquer ação ou reação, ou mesmo tentar exercer empatia sobre as emoções dos outros, o profissional emocionalmente inteligente identifica as suas próprias emoções e os seus efeitos.

A autogestão ou autocontrole é a capacidade de gerenciar as emoções, expressá-las com propriedade, usar da forma certa e na hora certa. É o autocontrole das emoções bruscas e impulsivas, bem como exercer tolerância sobre pensamentos, opiniões ou emoções que divirjam dos seus próprios.

Importante também é a motivação, profissionais com alto nível de inteligência emocional são internamente motivados e as causas que movem suas ações e posturas positivas vêm de dentro, não estão condicionadas às circunstâncias ou recompensas externas, ele se motiva pelos próprios valores e princípios.

Já, a consciência social também chamada de habilidades sociais, é a capacidade de interagir com pessoas e socializar com elas de forma eficaz para alcançar o seu objetivo. Essa habilidade na esfera da inteligência emocional para advogados, por exemplo, trata-se da capacidade de persuasão, de influência e de criar elos sobre os clientes. Ele comunica-se com eficácia e de forma convincente, usando os termos e palavras certas, na hora certa e o ouvinte entende claramente qual é a mensagem.

O gerenciamento de relacionamentos, tem a ver, pois com o cérebro social e com o que chamamos de empatia. A frase de Samantha Power, advogada americana e ex-embaixadora dos EUA para a ONU, é absolutamente correta “Toda advocacia, na sua essência, é um exercício de empatia”.

Empatia é a habilidade de entender e reconhecer as emoções do outro, em nível íntimo, não se trata de apenas imaginar, simpatizar ou aceitar o posicionamento do outro, mas de realmente colocar-se na posição, na situação do outro.

O advogado empático é capaz de sentir-se na pele do seu cliente, enfrentando o problema com a mesma relevância, sentindo os mesmos efeitos psicológicos, as mesmas cargas emocionais. Trata-se de mudar completamente de perspectiva: olhar para o problema do cliente sob a perspectiva dele, não do advogado, para a partir desse olhar trabalhar suas teses jurídicas. Infelizmente falta muito dessa empatia na maioria dos advogados, são poucos os que se conectam verdadeiramente com os seus clientes e só entendemos qual valor precisa ser entregue aos clientes se estivermos olhando para a situação como se fôssemos ele, para enxergar o que realmente importa para ele.

E aí, está disposto a dominar esses 5 segredos da inteligência emocional e fazer a diferença na sua vida e carreira? No programa Advocacia 5.0 de sucesso traremos todo o necessário para seu crescimento na advocacia. Siga-nos no Instagram e faça parte do time 5.0 de sucesso!

Autoras: Dynair Souza, Advogada, Master Coach, Mentora de carreira e negócios, Professora e Palestrante, Presidente da Comissão de Gestão Estratégica e Liderança na Advocacia da ABA Mato Grosso, cocriadora do programa Advocacia 5.0 de sucesso e Ana Lúcia Ricarte, Advogada, Gestora de Escritório, Mentora e Palestrante, Diretora da ABA Mato Grosso, cocriadora do programa Advocacia 5.0 de sucesso.
IG: @adv5.0desucesso
@dynairsouza
@anaricarteadvogada

Post originalmente publicado em: Os 5 segredos da Inteligência Emocional | Mato Grosso Mais : Notícias de Cuiabá e Mato Grosso

https://www.rdnews.com.br/artigos/os-5-segredos-da-inteligencia-emocional/147855

https://vejabemmt.com.br/opiniao/os-5-segredos-da-inteligencia-emocional/

https://www.estadaomatogrosso.com.br/opiniao/os-5-segredos-da-inteligencia-emocional/37160

Comentários